Resenha do livro Perambule

 

Olá pessoal, tudo bem? Hoje vamos ver a resenha do livro de Fabrício Corsaletti – Perambule – reúne novas crônicas e muitas publicadas na Folha de São Paulo e em outros meios midiáticos.

 

Foto do autor do livro perambule
Foto do autor Fabrício Corsaletti

 O livro Perambule, ao começar, você já percebe um tipo de leitura diferente, mais descontraído, conversas e histórias cotidianas que logo você se identifica com algumas delas.

 O autor Fabrício Corsaletti segue o caminho do próprio título do livro, Perambule, assim perambulando pelas ruas, cidades, países, lugares que já foi e também que gostaria de ir, sempre promovendo o sentimento de você estar junto com ele na história contada, sentir junto a ele como que aconteceu o que está sendo escrito, com muitos elementos descritivos. Alguns exemplos são “Droneiro” – onde Fabrício volta a sua cidade natal, Santo Anastácio – “Paterson” – um dia de caminhada por São Paulo, mais especificamente pela consolação e “México” – viajem de Corsaletti pela Cidade do México.

 Junto as crônicas, muitas questões sociais são abordadas em Perambule, a exemplo de “Brasília” com a corrupção, e “Paisagem” com o meio ambiente. Muitas vezes as crônicas não possuem muita escrita, muitas palavras, como “Profissão” ou “Copo”, mas tinham muita qualidade de conteúdo, reflexões que você nunca faria se não fosse pela crônica.

Além disso, Perambule traz muitas referências do mundo, de cidades, de artistas, como “Amy”, de muitos bares, que além de ser onde muitas histórias passam, é onde você também se sente ao ler o livro, em um bar, naquela descontração e suavidade, com muitas risadas, pensamentos, tristezas, indecisões. Perambule é um livro a se ajoelhar por conta de sua qualidade e indagações do dia-a-dia para pensar de um jeito diferente de observar o mundo e de como viver certos momentos que muitas vezes não consideramos importantes.

Por fim, Perambule, é o olhar de novos prédios sendo construídos pela cidade, um andar de bicicleta pelo parque, um Karaokê bêbado com os amigos e pessoas desconhecidas, viagens pelo mundo sem que precise sair de casa para isso, lembrança de histórias de infância e de histórias que ainda podem acontecer, um olhar filosófico e literário do mundo.

Por hoje é só pessoal, espero que tenham gostado e que se puderem, leem esse livro que é sensacional, para quem já leu talvez se interesse por esse aqui, até a próxima.

Aqui deixarei um vídeo que fiz para o Youtube, sobre o livro. Obrigado!

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Rolar para cima
0 Compart.
Twittar
Compartilhar
Compartilhar
Pin