RESENHA DO LIVRO HARRY POTTER E O PRISIONEIRO DE AZKABAN

Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, 1999, é um livro com uma narrativa extremamente envolvente e, obviamente, mágica. 

Foto da autora J.K. Rowling de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban
Foto da autora do livro “Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban”

Lançado em 1999, Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban é o terceiro livro da saga de sete volumes da autora inglesa J.K. Rowling. Sua primeira publicação ocorreu no Reino Unido pela editora Bloomsbury.

O enredo principal trata do terceiro ano de Harry Potter na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts. O principal conflito dessa história é a aparição de Sirius Black, fugitivo da prisão de Azkaban após ter assassinado treze pessoas com apenas um feitiço e que seu principal objetivo seria matá-lo. Harry e seus inseparáveis amigos, Hermione e Rony, começam a investigar Sirius e acabam descobrindo que a história dos falecidos pais de Potter é bem mais profunda e complexa do que imaginavam. 

No início do livro é possível encontrar Harry ainda na Rua dos Alfeneiros, onde habitam a família Dursley e Harry, o filho da irmã que ninguém naquela casa gostava. Embaixo de seus lençóis, Harry fazia na calada da noite seus deveres de férias, pois seu tio Válter não gostava nem um pouco de magia e nada sobre o mundo mágico. Ao terminar seus deveres, Harry recebe através de uma coruja seu primeiro presente de aniversário de seu amigo Rony, que está em viagem para o Egito.

Durante o dia, a família Dursley está preparada para receber a tia Guida, irmã de Válter, que acaba tendo problemas com Harry, pois ela insulta a família do bruxo que por acidente faz com que ela infle e voe pelo céu de Surrey. Como resultado, Harry teve que sair de casa e ir em busca de um local para se abrigar. Harry encontra o Nôitibus Andante que o leva para o centro de Londres e durante seu caminho Harry descobre quem é Sirius Black, assassino que fugiu de Azkaban.

Nesse ponto é dado início no trajeto da história, onde o medo e ao mesmo tempo o interesse de Harry por Sirius Black aumenta, mas a volta para o universo mágico ainda é o mais importante para Harry. No decorrer da história passa por problemas, mas faz amigos e aliados para o resto da vida e acaba tendo reviravoltas ao longo da história.

O personagem principal é Harry e o decorrer da narrativa é focado na coragem e no interesse de Harry em ter respostas para suas perguntas, além de que a marca em sua cabeça sempre vai trazer a ele acontecimentos que não acontecem com mais ninguém, ainda mais que ele é o menino que sobreviveu. 

Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban se mostrou ser um livro extremamente tranquilo, mágico e especial de ler, com uma narrativa coesa retratando toda a complexa história da família de Harry. É como se fossemos tele transportados para o mundo bruxo de Hogwarts e vivêssemos todas as aventuras de Harry com ele. A linguagem é compatível com praticamente todas as idades, todos podem e devem se divertir nesse mundo mágico, desde as crianças até os mais velhos. 

 

 

Tá afim de ler resenhas de outros livros? Clique aqui para acessar o site meu catálogo de livros.

Gostou do livro e quer comprar? Clique aqui para ter uma ideia de onde adquirir esse livro.

Escrito por Fernando Rodrigues e Yuri Andrews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Rolar para cima
0 Compart.
Twittar
Compartilhar
Compartilhar
Pin